Palavras Vivas é um espaço onde apresento textos de minha autoria com o intuito de que possam servir como instrumentos para análise, estudo, compreensão e/ou "meditação" sobre factos da vida, no campo comportamental, emocional e espiritual. Que todos juntos possamos partilhar conhecimento e reunirmos entendimento necessário para uma vida satisfatória... assim, todos juntos, vamos evoluindo!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Quem são vocês?


Quem são vocês? Cuja carne é de tal forma tão forte que vos domina claramente o vosso espírito fraco...
Quem são vocês? Que ingerem substâncias nocivas ao organismo diariamente, dependentes das dependências decadentes deste mundo...
Quem são vocês? Pessoas que se intrometem constantemente na vida dos outros e geralmente com o único intuito de prejudicar o próximo, que largam veneno em cada palavra que vos sai da boca e que fazem disso até uma filosofia existencial, porque de facto a vossa vida é tão fútil que nem as preenche...
Quem são vocês? Pessoas com cursos, diplomas, estatutos, que se julgam mais que alguém, com uma arrogância e ego totalmente descontrolados e aberrantes, que pensam que são donos de alguma verdade ou que já sabem tudo e como tal tendem a descriminar quem por certos motivos ou opções da vida não tem certas "formações"...
Quem são vocês? Que humilham, rebaixam, gozam, desdenham, controlam e aprisionam o ser humano por mero prazer, inseguranças, medo e carência espiritual?
Sim! Que são vocês todos para dizerem-me, vem por aqui ou vai por ali, não faças assim faz antes assado, cozido frito ou panado?
Já alguma vez acordaram e sentiram que não dependem de absolutamente nada neste mundo senão do vosso amor e da vossa luz interior? Que não necessitam de prejudicar nem meterem-se na vida de ninguém porque a vossa é suficientemente maravilhosa e cheia de cor onde o infinito beija os céus do vosso espírito?

Quem são vocês? Pergunta essa que eu faço, pergunta essa que vocês não a podem responder, porque ainda nem sabem quem são e ao que vejo esta vida não chegará decerto para perceberem.

Um conselho... Estejam calados. Estejam quietos. Permaneçam em silêncio nas vossas vidas, porque o vosso ruído e as vossas acções faz-vos ainda mais cegos, cavam um buraco sem fundo e pior que tudo perturbam quem está vivo e quem gosta de voar para pintar os céus em tons de pastel suaves e harmoniosos...

Quem são vocês? 

Sem comentários: